« Home | um miminho para quem por aqui passa... » | Diante de mim e à minha vo... » | VERSOS ESCRITOS COM DESÂNIMO » | Sofrida, de ti me visto » | Pelo filho que tem, parabéns, MÃE ... » | As minhas idiossincrasias. Hoje deu-me para p... » | Sois Bem Vindos » | a beleza das causas; as ca... » | Dia de Anos Com que então ... » | Vamos receber os campeões de madrugada » 

02 abril 2006 























Dia 3: Instala-se o sentimento de fraqueza e derrota.
Todos sorriem, todos tentam compreender a minha dor, todos tentam dar-me força e apoio, mas o sentimento de vulnerabilidade vai-me comendo lentamente... começo a pensar que não há nada pior do que sentir – mo – nos vulneráveis! Isso e a náusea!


Fotografias de ©corvacorax
























Porque as palavras não bastam para dizer o que sinto, o que por ti sinto;
Porque as palavras não bastam para te dizer do meu amor e carinho;
Porque as palavras não bastam para te falar do meu orgulho pelo teu talento;
Porque as palavras não bastam para te dizer o tamanho da minha esperança;
Porque as palavras não bastam para definir a felicidade que te desejo;
Porque as palavras não bastam, apenas te deixo um beijo, Tai.

Titas, comentei á. impressionanre a força e a suavidade da ternura expresss em meio a tanto sofrimento. Obrigada por teres postado. tenho andado muito ausente de todas as casas, não sei o k vai acontecendo. bj c/ ternura

Só te consigo dizer que és tão bonita, Titas mai Nitas!
Beijo na ponta do teu nariz e mais outro da Tai e outro da Avó Edu e tantos, tantos de todos nós!

Titas! Que força, as palavras sentidas saem desse teu coração enorme, cada novo dia que vai aumentando o meu conhecimento de ti e aumentando o nosso carinho mútuo. Fico rendido à tua amizade, a tudo que Vem da TITAS, é humanidade, solidariedade, é lágrima da emoção, é vontade de viver feliz ao lado de mulher tão bonita que o seu coração nem consegue caber de tão grande dentro do meu.
Um beijo do tamanho do teu carinho.
ZezinhoMota

Fiquei comovido com a ternura com que tratas um assunto que, embora eu não esteja suficientemente informado, me parece muito delicado, já que se tratará de doença.
Eu já sabia, senti-o há muito, que o teu coração é enorme. E as minhas palavras também são curtas para te dizer o quanto admiro este e outros gestos teus de generosidade, cada vez mais raros entre as pessoas.
Fui lá e deixei um bocadinho da minha solidariedade, a juntar à tua e à de outros, até que o teu rio, já caudaloso, se transforme num mar de carinho e de esperança.
Beijos.

Dificilmente as palavras acompanham o nosso sentir!
lamentavelmente.
Beijinho,
da BlueShell

"começo a pensar que não há nada pior do que sentir – mo – nos vulneráveis!"


Sinto-me como a Blueshell...

Um beijo...

Que seria deste mundo idiota, se não fosse a amizade, a solidariedade, a ternura?

deixo-te mil jocas pelo que és

Sem palavras, mas profundamente tocado pela força das tuas, deixo-te carinhosamente um beijinho de bom FDS com quem te sintas bem.

Esse beijo vale por todas as palavras!... Obrigado minha querida!...

Abraço-te

Porque as palavras são imensas..
"Porque as palavras não bastam para te dizer o tamanho da minha esperança;
Porque as palavras não bastam para definir a felicidade que te desejo;
"
Fiquei impressionada com tanta expressão!
Ainda bem que existe, esperança, solidariedade e amizade!
Adorei visitar este cantinho.
Um beijo e voltarei muito mais vezes.
Teresa Maria
{{coral}}
http://palavrasdacoral1.blogs.sapo.pt

Looking for information and found it at this great site... annual debt

Enviar um comentário